Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Projeto de Resolução - Relatório Final da CEI é aprovado em primeira votação

Projeto de Resolução - Relatório Final da CEI é aprovado em primeira votação

por Administrador publicado 08/06/2016 14h22, última modificação 08/06/2016 14h22
Projeto de Resolução - Relatório Final da CEI é aprovado em primeira votação

Antonio Celso de Souza desabafou sobre as péssimas condições das estradas rurais e dificuldade do transporte escolar

     Na Sessão Ordinária do dia 6 de junho, seis Projetos do Executivo foram apreciados e votados na Ordem do Dia, além do Projeto de Resolução nº 002/2016, o qual aprova o Parecer e Relatório Final da Comissão Especial de Inquérito, que apurou irregularidades praticadas pelo vice-prefeito municipal.

    Em primeira votação foram aprovados por unanimidade os PLs nº 071/2016, que autoriza o Executivo a abrir crédito adicional especial na importância de até R$ 60.000,00; nº 072/2016, autoriza o Executivo a abrir crédito adicional especial na importância de até R$ 505.000,00; nº 073/2016, autoriza o Executivo a abrir crédito adicional especial na importância de até R$ 80.000,00; nº 074/2016, autoriza o Executivo a abrir crédito adicional especial na importância de até R$ 90.000,00 e o PL nº 075/2016, que autoriza o Executivo a adquirir imóvel por desapropriação com a área de 4.842,32 m², pertencente aos herdeiros da senhora Alice Thomaz Lisboa para construção de uma unidade escolar.

     O Projeto de Lei nº 070/2016, que autoriza o Executivo a abrir crédito adicional especial na importância de até R$ 890.400,00 foi apreciado em única votação com a dispensa do interstício legal aprovado em plenário por unanimidade de votos.

    O Projeto de Resolução nº 002/2016, que aprova o Parecer e Relatório Final da Comissão Especial de Inquérito instituída pela Portaria nº 27/2016, que apurou a ocorrência de irregularidades praticadas no âmbito do Poder Executivo Municipal foi aprovado por unanimidade de votos. O Relator Hélio de Mello agradeceu aos membros da CEI, reafirmando a legalidade, impessoalidade, moralidade e a transparência na condução dos trabalhos. “Realizamos os trabalhos com seriedade, dentro dos prazos regimentais, aguardamos agora, a segunda votação, e posteriormente o Ministério Público tomará as providencias cabíveis”.

     O Presidente da Comissão, Antonio Celso de Souza também destacou a transparência, imparcialidade e seriedade dos trabalhos. “Em nenhum momento usamos de ma fé, ou não demos direitos a defesa. Encaminharemos todo o processo ao MP para que possa analisar da melhor maneira”. O Presidente da Casa, Vilson Menon parabenizou os membros da CEI, pela dedicação e ética.

PALAVRA-LIVRE

    O Vereador Antonio Celso de Souza desabafou sobre as péssimas condições das estradas rurais e dificuldade do transporte escolar. “O problema de encalhadores abrange quase que todo o do interior. Estive visitando uma família no Caratuva II, e fiquei entristecido com a notícia de que 28 alunos estão sem aula há cerca de duas semanas, pois a estrada da comunidade possui atoleiros, que impedem a passagem do transporte”, lamentou o vereador contando que a empresa que faz o transporte disse que não vai colocar ônibus na referida linha, devido aos encalhadores, pois os ônibus encalham e precisam ser puxados com trator. Souza disse que tentou falar com a administração, mas não obteve respostas. “Precisamos que o executivo priorize as estradas principais para que as nossas crianças possam retornar para as salas de aula”.

 

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI