Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / PL pretende gerar mais transparência aos usuários nos hospitais e unidades de saúde do município

PL pretende gerar mais transparência aos usuários nos hospitais e unidades de saúde do município

por Rafaella Maier publicado 27/03/2017 13h10, última modificação 27/03/2017 13h14
“A proposta deverá melhorar a comunicação entre as unidades de saúde, médicos, imprensa e sociedade, assegurando direitos para todas as partes”, afirma José Bodnar
PL pretende gerar mais transparência aos usuários nos hospitais e unidades de saúde do município

Vereador José Bodnar, autor da proposição

     Fundamentando-se na necessidade de gerar mais controle e fiscalização por parte dos usuários em relação a prestação dos serviços de plantão médico nos hospitais e demais unidades de saúde do município, foi aprovado por unanimidade de votos o Projeto de Lei nº 002/2017. O autor da proposta, vereador José Bodnar afirma que caso a Lei seja sancionada pelo executivo, os cidadãos poderão acompanhar e fiscalizar a prestação dos serviços na área da saúde com maior transparência.

     O Projeto de Lei torna obrigatório aos hospitais e estabelecimentos de saúde instalados no município fixarem em local visível a lista e horário de trabalho dos médicos plantonistas e do responsável pelo plantão. Na referida lista, deverão constar as respectivas especialidades médicas e horários das escalas de plantão. O informativo deverá ser feito através de cartaz, painel ou similar, com dimensões mínimas de 70 cm x 60 cm. Cabe ainda a administração, colocar à disposição da população um número de telefone para denúncias e informações sobre os plantões. 

    Conforme o autor da proposta, com a obrigatoriedade da divulgação da escala dos profissionais plantonistas e dos nomes dos responsáveis administrativo e médico, será possível fazer o acompanhamento e fiscalização para melhor prestação dos serviços com maior transparência. “Dessa forma, pretendemos melhorar a comunicação entre a Secretaria Municipal de Saúde, profissionais médicos, imprensa e a sociedade”, frisou. 

      “A proposição irá assegurar direitos para todas as partes, cidadãos, gestão e profissionais. Esta iniciativa também foi aprovada pelo Conselho Regional de Medicina, que compreendeu a importância e alcance da Lei”, destacou Bodnar agradecendo aos colegas de casa pela aprovação do projeto, que representa um avanço na relação dos pacientes com os médicos.

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI