Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Na Tribuna, iratiense compartilha experiência de luta e superação contra o câncer de mama

Na Tribuna, iratiense compartilha experiência de luta e superação contra o câncer de mama

por Rafaella Maier publicado 26/10/2017 14h27, última modificação 26/10/2017 14h27
“O câncer não escolhe somente o mês de outubro para aparecer e nem idade. Precisamos estar sempre atentas”, alertou Leila Maria Betes
Na Tribuna, iratiense compartilha experiência de luta e superação contra o câncer de mama

Leila Maria Betes

   Em alusão ao Movimento “Outubro Rosa”, a Tribuna Popular da Sessão Ordinária do dia 24 de outubro foi utilizada, a convite da Casa, pela cidadã iratiense Leila Maria Betes, que relatou parte da sua experiência de enfrentamento e vitória contra o câncer de mama.

   Leila recebeu o diagnóstico da doença aos 28 anos de idade. “Sou paciente do Hospital Erasto Gaertner há mais de três anos, o câncer se manifestou de maneira silenciosa, mas ao mesmo tempo, bastante agressivo. Fui submetida a oito sessões de quimioterapia, 23 sessões de radioterapia e a duas cirurgias, mas, em nenhum momento pereci de alguma forma na minha saúde. Sou grata a equipe do Erasto e a minha família pelo apoio, pois o câncer deixa marcas e sequelas na alma das mulheres, pelo tratamento tão invasivo, mas eu deixei a soberania de Deus falar mais alto na minha vida”, relatou Leila deixando um alerta à todas as mulheres. “A vocês mulheres que fazem exames e que têm histórico familiar de câncer, procurem orientação médica e não deixem o medo dominá-las, pois existe tratamento”.

   Betes também destacou a qualidade de atendimento da equipe do Hospital Erasto Gaertner. “Um Hospital que hoje é referência em todo país, tenho certeza que a vinda desta extensão para Irati só vem a somar para os pacientes que passam por tratamentos difíceis”, afirmou Leila agradecendo a Anapci pelo trabalho voluntariado feito de coração. “Sou paciente em tratamento ainda, mas estou bem, foi um câncer descoberto precocemente, com taxa de 95% de cura”, destacou Leila alertando as mulheres que precisam enfrentar a doença, “é preciso ter muita força e coragem. E não é somente neste mês a campanha, o câncer não escolhe o mês de outubro para aparecer e nem idade. Precisamos estar sempre alertas”, frisou.

   O Presidente Helio de Mello agradeceu o depoimento da Leila. “Uma pessoa que se dispôs a compartilhar a sua história, reforçando a importância da conscientização e prevenção desta doença, que mais mata mulheres no mundo”. Mello destacou também a inauguração do Hospital Erasto Gaertner em Irati, nesta sexta-feira (27). “Uma luta, uma conquista, um projeto pioneiro no Paraná. Acreditamos na saúde mais próxima das famílias. É uma pequena semente sendo plantada, parabéns a equipe da Anapci e da Rede Feminina de Combate ao Câncer pelo trabalho para que esta conquista se concretizasse. Precisamos cada vez mais de gente que cuida de gente”. 

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI