Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Na Tribuna, Comunidade Bethânia expõe trabalho e solicita apoio do poder público

Na Tribuna, Comunidade Bethânia expõe trabalho e solicita apoio do poder público

por Rafaella Maier publicado 22/03/2017 15h24, última modificação 22/03/2017 15h24
Na Tribuna, Comunidade Bethânia expõe trabalho e solicita apoio do poder público

Mário e Wasington, representantes da Comunidade Bethânia na Tribuna Popular

    Na Sessão Ordinária do dia 20 de março, foram lidos no Expediente 12 novos Projetos de Lei do executivo e 10 Indicações do Legislativo. Na Ordem do Dia, cinco projetos foram apreciados e aprovados. Na Tribuna Popular, representantes da Comunidade Bethânia de Irati fizeram uma breve apresentação das atividades da entidade, solicitando apoio do poder público em prol do acolhimento e assistência a dependentes de álcool e drogas.

     Os vereadores apresentaram indicações para serviços de recuperação da Rua Trajano Grácia; serviços de tapa-buracos na Rua João Zarpellon, no bairro São Pedro; construção de calçada na Rua da Liberdade na quadra entre as esquinas da Rua XV de Novembro e da Rua XV de Julho; estudos para repasse de subvenção a Associação Coral Iratiense – ACI; serviços de revitalização da Praça da Amizade; estudos para construção de uma rotatória na confluência da Av. Noé Rebesco com a Av. Getúlio Vargas; instalação de semáforo no cruzamento das vias João Cândido Ferreira e Moisés de Oliveira, no bairro Rio Bonito; serviços de manutenção e conservação da calçada de pedestres no entorno da Alameda Virgílio Moreira, no bairro Nhapindazal; melhorias na Rua Miguel Bai, bairro Vila Nova e serviços de limpeza do “Rio Burrinho”, no bairro Engenheiro Gutierrez.

ORDEM DO DIA

     Em segunda votação foram aprovados os Substitutivos dos PLs nº 004 e 005/2017, que autorizam o Executivo a contratar Concessão de Direito Real de Uso de Bem Municipal com empresa que especifica e os PLs do Legislativo nº 002/2017, do vereador José Bodnar, que dispõe sobre a obrigatoriedade dos estabelecimentos de saúde pública e privada instalados no município de Irati, a afixação em lugar visível da lista com nome dos médicos plantonistas, e também o nome dos responsáveis pelo plantão; nº 003/2017 do vereador Valdenei Cabral da Silva, o qual cria o “Cartão Prioridade”, que assegura o direito à preferência de atendimento em Hospitais e Unidades de Saúde sediados no município de Irati, às pessoas portadoras de deficiência física, sensorial e /ou mental e o nº 004/2017, do Presidente Helio de Mello, que Denomina a Rua “02”, do Loteamento Residencial “Cartom”, na Vila São João, de Rua Antônio Cordeiro da Silva.

TRIBUNA POPULAR

     O Coordenador da Comunidade Bethânia, José Wasington Ferreira junto do Presidente da Associação Fraternidade de Irati, Mário Ferreira Martins fizeram uma breve apresentação das atividades da entidade, solicitando apoio do poder público.

      Wasington agradeceu ao Legislativo pelo apoio e principalmente ao vereador José Bodnar pela indicação e atenção especial voltada à entidade. “A Comunidade desempenha atividades em Irati desde o ano de 2012, ela foi sonhada e planejada por alguns iratienses que formaram a Associação Fraternidade, os amigos de Bethânia”. Conforme o Presidente da Associação, Mário, a Fraternidade surgiu bem antes da chegada de Bethânia a Irati, ela foi fundada pelo Padre Noé, a qual hoje permanece apoiando e auxiliando a Bethânia. “É um elo de ligação entre a comunidade local e o Recanto”. Mário e Wasington destacaram um pouco do trabalho realizado pela entidade, solicitando apoio do Legislativo para que administração conceda subvenção a Comunidade. “Bethânia precisa deste auxilio, está há 4 anos no município e sobrevive somente do auxílio da população. O Recanto abriga hoje oito internos e precisa de ajuda para concluir a construção de mais uma casa, que possibilitará o acolhimento de 21 pessoas. Portanto, esta subvenção seria de extrema importância para a sobrevivência de mais pessoas”, afirmaram Wasington e Mário.

    O vereador Rogério Luís Kuhn entendendo a necessidade da Comunidade Bethânia, afirmou ter procurado a Deputada Federal Leandre Dal Ponte, a qual também se disponibilizou a ajudar a entidade. “Precisamos, portanto, reunir todas as documentações para que a Comunidade se torne além de utilidade pública municipal, estadual e federal também para que consigamos angariar mais fundos”, frisou o vereador parabenizado a equipe do Recanto pela disposição de trabalhar em uma causa tão justa, louvável e necessária para a sociedade.

     O autor da indicação de subvenção à Comunidade, vereador José Bodnar citou mais uma vez o difícil e suado trabalho de todos os membros da Comunidade e da Associação em prol de muitas famílias. “Esta subvenção é de extrema importância, pois. ninguém sabe o dia de amanhã para nossas famílias”.

     Valdenei Cabral da Silva reafirmou a importância desta subvenção para salvar vidas. “Já existe uma lei de minha autoria, do mandato passado, em relação a conscientização de bebidas alcoólicas, portanto, parabenizo toda a equipe pelo belo nobre trabalho e desde já antecipo meu voto favorável a subvenção”. Nivaldo Bartoski e o vice-presidente da Casa, Roni Surek agradeceram ao vereador Bodnar pela iniciativa enaltecendo o trabalho de todos em prol da sociedade. “Quem já não teve alguém da família ou próximo com problemas de alcoolismo ou de drogas? ”, indagou Surek.

     Bastante comovido o vereador Edson Luís Elias relatou a história de uma mãe, que está perdendo o filho de 34 anos para o alcoolismo. “Estamos abraçados nesta causa, confesso que ainda não conheço o espaço, quero fazer uma visita e acolher mais projetos em prol da comunidade suprindo as necessidades desta importante entidade”.

    O Presidente Helio de Mello afirmou ter acompanhado a luta dos membros da Comunidade desde o início, quando uma equipe se deslocava até Castro conhecer o trabalho do Recanto. “Quando citamos a palavra recuperar em uma escola, por exemplo, recuperar todo o conteúdo do conhecimento é muito trabalhoso, imaginem a recuperação de uma vida, de uma estrutura de uma família”. Em relação a subvenção, Mello esclareceu: “Subvenção é um projeto de lei que deverá ser encaminhado pelo Executivo para a Câmara, pois o vereador não pode fazer leis que criem despesas para o município. Ele vota, aprova e autoriza. Mas, entendo que como já existe indicação e manifestação desta casa, deverá haver articulação para que este projeto chegue ao Legislativo, e a Comunidade Bethânia seja reconhecida ainda este ano pelo trabalho e possa oferecer mais dignidade aos internos”, concluiu Mello citando: “tenho certeza que os pareceres desta casa serão todos favoráveis e haverá unanimidade na aprovação da subvenção”. Wasington agradeceu à Câmara pelo espaço e apoio.

Acompanhe a Sessão Ordinária completa, com os discursos dos parlamentares na íntegra e o vídeo institucional da Comunidade Bethânia no site www.irati.pr.leg.br através do ícone “Sessões Gravadas”.

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI