Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Aprovado PL que inclui tipagem sanguínea e fator RH no uniforme e capacetes de motoboys

Aprovado PL que inclui tipagem sanguínea e fator RH no uniforme e capacetes de motoboys

por Administrador publicado 15/03/2016 09h18, última modificação 15/03/2016 09h18
Aprovado PL que inclui tipagem sanguínea e fator RH no uniforme e capacetes de motoboys

Autor do Projeto de Lei

       Na Sessão Ordinária do dia 14 de março, foi aprovado em segunda votação por unanimidade de votos o Projeto de Lei nº 002/2016, que dispõe sobre a inclusão da Tipagem Sanguínea e Fator RH no uniforme e nos capacetes dos motoboys na cidade de Irati. A propositura de autoria do Vereador Rafael Felipe Lucas segue agora para sanção do prefeito municipal.

      Com a Lei aprovada, fica determinado que todas as empresas públicas ou privadas e os autônomos que utilizam o serviço de motoboy, devem fazer constar em local visível dos seus uniformes ou capacetes, a tipagem sanguínea e o fator RH do condutor. Os motoboys constantes na Lei incluem os entregadores de gás, medicamentos, peças automobilísticas, pizzas, lanches e documentos. A indicação torna-se item padrão no uniforme e nos capacetes dos motoboys, que circulam na cidade, sob pena de advertência ao empregador.

     De acordo com o autor da Lei, Rafael Felipe Lucas, a ideia surgiu em função das estatísticas e informações relacionadas aos motociclistas. “Há um grande número de condutores de motocicletas, parte deles com novas habilitações, e, em geral, os acidentes com motos acarretam muitos danos aos envolvidos. Com a Lei aprovada, em um eventual acidente, médicos, paramédicos e enfermeiros ganharão tempo e poderão realizar o procedimento com segurança, aumentando a probabilidade de salvamento”, destaca Lucas afirmando que as equipes terão dados mais precisos para o primeiro atendimento que, muitas vezes, é fundamental para salvar vidas.  

      Durante a votação do projeto, o Vereador Hélio de Mello elogiou a iniciativa do colega de casa, que há muito tempo já vinha solicitando ao executivo a criação de um programa de primeiros socorros pra alunos nas escolas, e agora, coincidentemente criou esta lei que garante melhores condições de atendimento aos motoboys. “Em caso de acidente, até encontrar a família, achar o parente da vítima, leva tempo e tempo é vida. Isso é conscientização”. O Presidente da Casa, Vilson Menon também parabenizou Lucas pela propositura, e cobrou do executivo a implementação da Lei de Prontuários Eletrônicos, que facilitará a vida de todos os envolvidos na área da saúde e dos pacientes.  

     Segundo Rafael, com a aprovação da Lei quem sairá ganhando são os próprios motoboys, pois segundo a Polícia Militar de Irati, são registrados mensalmente, uma média de seis a 10 acidentes envolvendo motociclistas na cidade. “Um número alto para uma cidade de médio porte como Irati, espero, que o Executivo olhe com bons olhos e sancione esta importante Lei, que vem de encontro com as necessidades da população”, conclui Lucas.

 

 (Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI